A+ A A-

As Profecias de Chico Xavier?

Em maio de 2011, o jornal Folha Espírita divulgou uma suposta revelação do memorável médium Francisco Cândido Xavier, em 1986, falando a respeito do futuro reservado ao planeta Terra e a todos os seus habitantes nos próximos anos. É o tipo de informação duvidosa que, em nossa opinião, deve ser evitada a divulgação para que não venhamos associar a imagem do Espiritismo com eventuais práticas de ocultismo e adivinhação, caracteres esses não aderentes a sua essência quanto ciência filosófica.

A primeira consideração que fazemos sobre esse tipo de material divulgado aos quatro cantos hoje é: se essa informação corresponde a uma realidade que será confirmada na data especificada, porque a mantiveram escondida por mais de 25 anos em detrimento do esclarecimento das pessoas? Se ela era tão importante assim, porque não revelaram logo que foi recebida, para que as pessoas pudessem ter mais tempo de se regenerar?

Em 25 anos, é possível conscientizar muita gente... Ocultar algo assim tão grave seria, ao nosso ver, no mínimo uma indiferença para com as pessoas que ainda teriam tempo de tentar mudar seus comportamentos para garantir sua permanência neste mundo. Outro fator importante a se considerar é que, como os Espíritos Superiores não são indiferentes e nem cruéis conosco, uma vez percebendo a ocultação de uma informação de tal relevância para a humanidade, eles dariam o mesmo tipo de comunicação através de muitos outros médiuns (assim como foi com a codificação), de modo que a verdade não ficasse confiada somente nas mãos de um único "escolhido". Os Espíritos Superiores não são imaturos a ponto de revelarem uma informação de tal magnitude restritivamente, correndo o risco de ser eventualmente perdida caso o "escolhido" viesse por exemplo a desencarnar ou sofrer algum problema de saúde que o deixasse incapaz de repassar a informação. Sendo assim, nos permitimos o direito de manter reserva com relação a aceitar de imediato como verdade esse tipo de publicação.

Há algum tempo atrás, Bezerra de Meneses teria dado uma comunicação dizendo que a data para a entrada no mundo de regeneração era em 2060. O amigo de Chico, Geraldo Lemos Neto, responsável pela guarda e posterior divulgação das supostas revelações do médium diz que Chico lhe informou que a data certa seria em 2019. Porém segundo o próprio Chico Xavier, psicografando Emmanuel no livro "Plantão de Respostas", segundo volume, diz que "a Terra será um mundo regenerado por volta de 2057". Já o médium Mauro Vinicios Aragão diz que "a Terra será um planeta regenerado em 2025, com a mais absoluta certeza" (esse parece que tem os guias mais precisos que os do Chico, como se pode ver...) e Divaldo Franco, há pouco tempo, fazendo palestra sobre crianças índigo, cita a data de 2052.

Cada vez que uma dessas "revelações" acima caiu na Internet, foi um show de mensagens "bombáticas" daqui e dali. O mais espantoso é que não há sequer unidade de pensamento entre elas. Cada revelação "chuta" uma data completamente diferente da outra, sem um mínimo de proximidade e elementos justificáveis. É nessa hora que recorremos à codificação para tentarmos chegar a uma ideia mais apurada de quem estaria com a verdade. Felizmente Kardec, a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas e os Espíritos Superiores não se omitiram com relação a esse assunto: são recorrentes as citações informando que a determinação de datas para os acontecimentos não é uma postura de Espíritos esclarecidos. Segue um trecho da nota de Kardec em O Livro dos Médiuns, item 303:

"Devem, além disso, considerar-se suspeitas, logo à primeira vista, as predições com época determinada, assim como todas as indicações precisas, relativas a interesses materiais". (grifos nossos)

Como se vê, em geral, o plano espiritual superior não define datas em suas mensagens. No máximo avisa e/ou alerta sobre acontecimentos, sem precisar o momento exato dos mesmos. Ainda segundo os espíritos superiores, as previsões são possíveis sim, mas são casos raríssimos e, mesmo assim, há que se ter um propósito claro de utilidade para a humanidade. Divulgações como essas que tem sido realizadas, cujo caráter de curiosidade é predominante e que em nada muda o nosso interior e nem nos esclarece, não podem partir de espíritos dignos.

Esperamos que quem esteja usando esse caminho para divulgar o Espiitismo esteja fazendo por ignorância, pois aos olhos de Deus será menos culpado, caso tenha usado mal a indulgência, uma vez que também somos responsáveis pelas inverdades e pelo mal que propagamos.

De nossa parte, o que devemos fazer é orar por eles e estar atentos àquilo que nos chegam às mãos, para não cairmos nas mesmas armadilhas.

Siga-nos!

Vídeos da Comunidade

Loading
http://spiritismo.co/modules/mod_image_show_gk4/cache/content.2013-01-25 - jesushistoricogk-is-97gk-is-115.jpglink

Notícias

Desconstrução do Mito de Jesus Cristo

01-02-2013 | Notícias

Em sua entrevista a William Klein, no Programa Ciência e Consciência da TV Compléxis, o professor Marcelo da Luz, conscienciólogo e autor do livro Onde a Religião Termina?, esclarece diversas...

Artigos Diversos